ponte de madeira

A Ponte de Madeira na História e na Atualidade

A ponte de madeira pode ser construída para receber tráfego de pedestres e ciclistas, além de tráfego rodoviário.

Os avanços nos métodos de construção de materiais de madeira significam que as pontes em madeira agora podem atender a todos os padrões necessários das pontes modernas.

As pontes de madeira geralmente são competitivas para vãos moderados e podem ser construídas para caber nos ambientes urbanos ou rurais (como é o caso da ponte de madeira para sitio e da ponte de madeira para lago).

As estruturas de ponte são um excelente exemplo do potencial técnico e econômico oferecido pela técnica de construção em madeira. Com a técnica agora tão bem estabelecida e avançada, as pontes de madeira são uma opção altamente competitiva para pontes de pedestres e rodovias.

A pré-fabricação reduz o trabalho no local para um único elevador de instalação e sim, uma ponte de madeira pode ser pré-fabricada, transportada e instalada no local em seções praticamente completas.

Além de reduzir a dependência do acesso à mão-de-obra no local, a instalação real do convés é muito mais rápida do que em outras alternativas de construção.

O que compromete um pouco a competitividade da ponte de madeira é o custo de interrupções no tráfego que ocorrem na construção de pontes rodoviárias, como viadutos de rodovias.

Uma visão histórica da ponte de madeira

visão histórica de estrutura suspensa

Em um passado distante, a madeira e pedra eram os únicos materiais disponíveis para a construção de pontes. Nas áreas de floresta, a madeira era uma escolha óbvia. Uma solução inicial foi simplesmente empurrar as árvores para atravessar rios ou barrancos.

Gradualmente, os troncos começaram a ser utilizados de forma mais sistemática para atravessar obstáculos no terreno.

Com o tempo, os métodos para a construção de pontes se tornaram cada vez mais sofisticados, e a natureza das pontes passou de objetos puramente funcionais para estruturas totalmente projetadas com aspectos de tecnologia e arte.

Assim, madeira assume grande importância como um material de construção versátil, disponível em quase todos os lugares. Graças às suas excelentes propriedades de resistência, a madeira tem sido um dos materiais de construção mais amplamente utilizados para pontes através dos tempos.

Grandes pontes na história

As pontes de madeira foram construídas em todo o mundo, inclusive pelos persas, gregos, romanos e chineses. Em 55 dC, Júlio César construiu uma ponte sobre o Reno em Neuwied em apenas 10 dias para levar os romanos à Alemanha. A ponte tinha cerca de 140 m de comprimento, com um convés de 5 a 6 m de largura para permitir duas faixas de tráfego.

Foi pavimentada com terra e cascalho e todos os seus componentes devem ter sido pré-fabricados para que uma ponte tão grande seja construída em um espaço de tempo tão curto.

A vantagem deste tipo de ponte era que era rápido construir usando meios relativamente simples. A desvantagem era que era baixa e fincada em estacas, de modo que a água a dissolvia e as inundações a tornava inviável em termos de manutenção.

Em locais mais importantes, as estacas foram substituídas por pilares de pedra mais afastados, com arcos de madeira trançados ou suspensórios erguidos entre eles.

Assim, a estrutura de madeira acima da marca d’água normal para maior proteção, além de permitir que os barcos passem sob as próprias pontes.

história de estrutras sobre rio

Avanços técnicos e novos materiais

Muitas pontes de madeira foram construídas desde a Idade Média até o século 19, e vários tipos de arcos e treliças foram desenvolvidos.

O século XVIII também viu o surgimento de pontes cobertas, ou seja, pontes com telhados, tanto nos EUA quanto na Europa.

Um grande número de estradas e ferrovias foi construído na América do Norte no século 19 e pontes de madeira com grandes estruturas de treliça tornaram-se comuns.

Quando as ferrovias estavam no auge, havia várias centenas de quilômetros de pontes ferroviárias construídas em madeira e a medida que a tecnologia e o tráfego mudavam na última parte do século 19 e no século 20, a madeira se tornou menos dominante como material de construção de uma ponte. Foi substituído primeiro por aço e depois por concreto. Existem, no entanto, vários países que continuaram construindo pontes em madeira.

Na Europa Central por exemplo, particularmente a Suíça, tem uma longa tradição de construção de pontes de madeira. Existem mais de 200 pontes cobertas e muitas delas medievais, que foram cuidadosamente conservadas, e é o fato de serem cobertas que está por trás de sua preservação. Pensa-se que o exemplo mais antigo seja Kapellbrücke, em Lucerna, construído em 1333 e na Idade Média fazia parte das fortificações da cidade.

Ainda hoje, quase 700 anos depois, essa ponte ainda é usada por pedestres. Partes da ponte foram danificadas em um incêndio no verão de 1993, mas agora, ela já foi totalmente restaurada.

Projeto de ponte de madeira

A principal tarefa de uma ponte de madeira é conectar dois pontos separados por um obstáculo. Graças às suas excelentes propriedades de resistência, a madeira tem sido um dos materiais de construção mais amplamente utilizados para pontes através dos tempos. É um material leve que, no entanto, pode suportar consideráveis ​​tensões de compressão e tensão.

Nos últimos anos, foram desenvolvidos novos métodos para a construção de pontes de madeira. Com a crescente conscientização das propriedades do material, a tendência é que a madeira seja usada em combinação com outros materiais e com conexões mais apropriadas. Desde grandes construções a pequenas construções de ponte de madeira, elas são uma opção sustentável e muito interessante quando se trata de valores e mão de obra.

Uma ponte qualifica-se como uma ponte de madeira se tiver uma superestrutura em madeira, com a principal função de suporte de carga ocupada por vigas ou lajes, feitas principalmente de madeira. Uma ponte de madeira também incluirá elementos de aço e acessórios para unir os componentes de madeira.

Assim, a superestrutura de madeira também pode ser combinada com elementos estruturais de outros materiais. Isso pode incluir fundações de concreto, suportes suplementares, como pilares de aço ou estruturas de suspensão com cabos e cabides de aço. 

A ponte de madeira e suas diversas utilidades

Ponte para pedestres e ciclistas

Pontes em madeira são ideais para pedestres e ciclistas. Pontes de madeira são leves em comparação com outras pontes, o que significa que as pontes de madeira para pequenas cargas de tráfego podem ter um design mais fino do que as pontes equivalentes em concreto, em particular, onde o peso do material compõe uma grande parte da carga. Tais projetos finos significam que os requisitos para limitar a deflexão são frequentemente especificados para uma ponte de madeira.

Estruturas leves e finas também precisam ser projetadas para levar em conta cargas dinâmicas e oscilações integrais. Um requisito que limita o balanço perturbador para pedestres pode ser especificado para pontes de pedestres longas.

Ponte de madeira para tráfego rodoviário

Muitas pontes de madeira também são construídas para transportar tráfego rodoviário. As pontes rodoviárias são projetadas para cargas significativamente maiores que as pontes para pedestres e ciclistas. As pontes rodoviárias de madeira são capazes de transportar cargas completas de tráfego, de acordo com os padrões atuais, sendo que para pontes rodoviárias, a deformação pode ser projetada.

Estética e design

estética e design de ponte amadeirada

A aparência de uma ponte de madeira é frequentemente muito importante, pois as pontes podem se tornar uma característica dominante na paisagem.

As atenções para uma ponte costumam ser bastante óbvias, e uma ponte bem projetada pode atrair a atenção e mostrar a madeira como o principal material de construção.

Para a interação ideal entre forma e função, os arquitetos precisam entender o sistema estático, enquanto os engenheiros estruturais precisam estar cientes dos aspectos estéticos.

A escolha da estrutura mais adequada depende das condições específicas do local, incluindo a extensão livre, a folga e o tipo de tráfego.

A ponte também deve ser adaptada ao terreno, conectando estradas, edifícios e paisagem circundante. Deve ser atraente tanto para quem usa a estrada quanto para quem a vê da área circundante. Isso torna importante considerar não apenas a forma geral, mas também o design dos detalhes.

Pontes de madeira podem ser facilmente adaptadas às condições específicas que se aplicam a cada caso. Linhas, superfícies, formas e cores podem ser usadas de várias maneiras para obter uma atraente ponte de madeira. Proporções e ritmo também podem dar à ponte seu caráter.

A madeira pode ser facilmente projetada para atender a diferentes funções e requisitos.

Uma ponte aberta em madeira pode ser projetada para que seus componentes de suporte de carga sejam claramente exibidos, sejam eles arcos, suspensórios ou treliças de madeira.

Proteção contra vento e clima

As estruturas de madeira que são mantidas secas têm uma vida útil longa e a maneira mais fácil de conseguir isso com as pontes de madeira é fornecendo-lhes um teto que mantenha a chuva longe da estrutura de suporte de carga.

Em muitos casos, no entanto, um teto em uma ponte não é possível.

Pontes com teto têm uma aparência muito particular que certamente é incomum no contexto sueco. As pontes de madeira mais modernas estão abertas, sem teto. Atualmente, eles podem ser efetivamente protegidos do tempo e do vento usando outras técnicas.

Para garantir uma vida útil longa, os componentes de suporte de carga podem precisar de proteção com revestimento, o que oculta parte da estrutura e dá à ponte uma aparência diferente. Portanto, o revestimento deve ser incorporado ao projeto e tornado esteticamente atraente. A maioria das pontes de madeira é tratada em sua superfície para dar ao material de madeira alguma proteção contra o vento e o clima, mas também para dar à superfície de madeira uma cor específica.

As cores devem, no entanto, ser adaptadas ao ambiente e ao design da ponte. Além disso, as cores podem ser usadas para acentuar ou ocultar elementos estruturais da ponte e, portanto, devem ser consideradas em pequena e grande escala. A iluminação também pode ser usada para destacar diferentes partes da ponte no escuro.

Pontes para jardins e lagos

Trabalhar nos detalhes é particularmente importante para pontes para pedestres e ciclistas, cujos usuários se movem lentamente e se aproximam da ponte.

A balaustrada é, portanto, uma parte importante do projeto de uma ponte, e as balaustradas e os corrimãos estão sujeitos a requisitos funcionais, estáticos e estéticos. Essas peças também estão fortemente expostas ao vento e ao clima, e isso deve ser levado em consideração no planejamento. As pontes de madeira para jardins mudam todo o aspecto do ambiente, pois além de serem úteis, são um lindo instrumento de decoração.

ponte de madeira de jardins e lagos

As pontes para jardim e para lagos, deixam o ambiente com outro aspecto. Assim, como as pontes utilizadas em sítios e jardins pessoais, as pontes de madeira para residências e para decoração, geralmente são mais adequadas para o tráfego leve e podem ter vãos que vão até os 100 metros. 

Se você tem uma lagoa ou um riacho no seu quintal, pode precisar de uma ponte bem construída. Por isso, busque por ótimos projetos de jardins, e isso inclui estruturas maiores, como pontes, treliças e até gazebos! 

ponte amadeirada sobre lagos

Algumas pontes de madeira para jardim, apresentam aspectos realmente incríveis e em muitos estilos diferentes. A maioria das pontes se expande sobre um pequeno riacho ou rio, enquanto outras são um elemento mais decorativo em um jardim zen, por exemplo. 

Personalidade e bom gosto na decoração

Riachos e lagoas são uma maneira fantástica de adicionar personalidade ao seu jardim, mas se eles percorrerem naturalmente o centro de sua propriedade ou jardim, você precisará garantir uma ponte robusta! Obviamente, nem todas as pontes devem ser atravessadas. Versões menores podem ser usadas apenas como peças decorativas, para aprimorar um lago de jardim ou um riacho de leito seco que atravessa um jardim tradicional.

Se você chegou até aqui, deve estar encantado com tantos estilos de ponte possíveis para o seu projeto. Seja construindo um ponte de madeira para jardim, ou uma ponte de madeira para o seu sitio ou residência, existem diversas possibilidades e estilos diferentes.

Desde os tempos mais remotos até a atualidade, as pontes de madeira têm sido utilizadas para facilitar a vida das pessoas no cotidiano e hoje também são utilizadas como objetos incríveis de decoração.

Independente do modelo do seu projeto, uma ponte bem construída exige um projeto bem feito! Deixe aqui o seu comentário! Queremos muito saber a sua opinião!

Deixamos também, no link abaixo uma planilha que faz o cálculo e o dimensionamento de treliças de madeira para cobertas de casas ou até pontes! Baixe agora a sua planilha e facilite ainda mais os seus projetos em construções de madeira! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *